1º Pedala Nefro busca arrecadar recursos para pacientes de hemodiálise

Passeio ciclístico está marcado para 15 de maio em São Carlos (Foto: Divulgação)

A primeira edição do Pedala Nefro já tem data marcada: 15 de maio na Praça do Kartódromo, em São Carlos (SP).

O evento ciclístico em prol do Serviço de Nefrologia da Santa Casa é uma parceria com a ONG Pedala São Carlos.

O pedal vai reunir trajetos de 40 km, 25 km e caminhada de 6 km com o ciclismo kids.

Inscrição

Para participar, o interessado deve pagar uma taxa no valor de R$ 50.

Quem se inscrever, terá direito a uma camiseta personalizada.

Os pontos para inscrição serão divulgados em breve.

Objetivo

O objetivo do evento é arrecadar recursos para viabilizar a compra de equipamentos para montar o CiNefro, uma estrutura para exibir filmes durante as sessões de hemodiálise.

Segundo a coordenadora do Centro Integrado de Humanização, Juliana Tedesco, os pacientes do Serviço de Nefrologia fazem três sessões de hemodiálise por semana, com duração de 4h a 6h cada uma.

“Ao oferecermos sessões com exibição de filmes, isso torna o tratamento mais humanizado e possibilita que o período em que eles precisam ficar aqui, dentro do hospital, seja mais leve”, disse.

Um dos organizadores do evento Everson José Padilha, o Coxinha, disse que os ciclistas, esportistas e sociedade “irão abraçar essa causa tão nobre”.

“A ONG é quem vai gerenciar todo o recurso, adquirir os equipamentos necessários e fazer a doação”, afirmou Samuel Generoso, integrante do Pedala São Carlos.

Serviço de nefrologia

Serviço de Nefrologia atende 2.800 pacientes por mês (Foto: Santa Casa/Divulgação)

O Serviço de Nefrologia funcionou de forma terceirizada durante 30 anos. Em maio de 2019, a Santa Casa assumiu.

Hoje, são atendidos 220 pacientes crônicos, em um total de 2.800 atendimentos por mês. Nos últimos quase três anos, a população da microrregião sentiu a melhoria do serviço.

Segundo a Associação Brasileira de Nefrologia, o índice de mortalidade de pacientes crônicos no Brasil é de 19,7%. Na Santa Casa, esse índice é bem menor, 14,61%.

“Isso se deve à melhora nas práticas assistenciais e à criação de um ambulatório de cirurgia vascular para confecção do acesso para hemodiálise”, disse o coordenador de Enfermagem do Serviço de Nefrologia, Elio Vieira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: